<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, setembro 19, 2003


// posted by michael seufert @ 11:15

Colei... 

Confesso que colei mesmo. Os Directores da UP juntaram-se e decidiram fixar a propina máxima para todos os cursos.
Dos cerca de 335€, passamos este ano a pagar 600, para o ano 750 e depois o máximo, 840€.

Sinceramente não entendo o que lhes passou pela cabeça. Um aumento de 90% num ano, a duplicação em dois anos, e um aumento de 150% em três anos. SAFA!

A mim não me faz diferença, confesso. Os meus pais pagam-me, e o esforço não será excessivo para o Orçamento Familiar. E eu nem era contra o aumento das propinas. Entendia (e entendo) que as famílias devem, entes dos contribuintes em geral, contribuir para o ensino dos filhos. Até para haver uma "selecção" entre os que querem realmente estudar, e os que se inscreveriam por desporto, se não houvessem propinas. Agora, creio que o aumento anunciado será demais para muitas famílias. Espero que a Acção Social permita financiar os casos de alunos que venham a ter que abandonar, ou nem sequer a ingressar, no ensino superior devido às novas propinas. A ver vamos.

Acho que quem levasse o curso a sério - sem "deixar cadeiras" - devia ter um bónus. Devia ter mais valias no valor das propinas quem se revelasse um bom estudante. Ou ao contrário, que andasse a fazer sala, e tivesse muitas cadeiras atrasadas, devia pagar mais. Até à propina máxima para mais de 7 inscrições num curso de 5. Estudem que os outros também passam, e se não têm capacidades, não deviam estar aqui.
Mas não, vamos todos pagar... seja.

PS: Pã, também eu estou sentido com o recente desaparecimento do amigo JHF. Aliás, o facto de ele ter desparecido leva-me a duvidar da minha teoria que ele era produto duma mente satírica brilhante. Que acham, caros leitores?

Links to this post:

<\$BlogItemBacklinkCreate\$>


Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?



Listed on BlogShares
Technorati Profile